Pular para conteúdo

NOTÍCIAS

Paródias musicais podem ajudar no combate ao mosquito Aedes aegypti

14 de março, 2016 - 12h43 - Tags: aedes aegypti zika dengue chikungunya

Belém, 14 de março de 2016 - Os vídeos rápidos de internet, sobretudo os de comédia, tem um poder de se espalhar rapidamente de celular em celular, de perfil em perfil, e já fazem parte de nosso dia a dia. Que tal usá-los para mobilizar no combate ao Aedes aegypti

Foi pensando nisso que os criadores do canal paraense no Youtube Ponto Gil, Rebeca Guzzo ( de 22 anos) e Gilmar Pretti (de 21 anos), criaram a paródia “Picando todo mundo”. Rebeca conversou conosco sobre a paródia e o objetivo dela.

Selo UNICEF - Como surgiu a ideia dessa paródia?

Rebeca - Quem escreve as paródias do canal é o Gilmar, ele é humorista e faz stand up, e quando vimos que os casos principalmente de zika começaram a aumentar muito ele resolveu escrever sobre o assunto usando a música que estava no auge no momento que era "aquele 1%" do Wesley Safadão. Sempre que fazemos as paródias criticas é com o objetivo de alertar a população sobre os acontecimentos por meio do humor, porque muitas vezes quando o assunto é tratado de uma forma mais séria as pessoas não dão atenção, e com o humor, as pessoas se identificam mais.

Selo UNICEF - Como vocês avaliam o retorno do público a ela?

Rebeca - Como eu comentei, quando usamos o humor para tratar de assuntos sérios, as pessoas acabam se interessando mais e automaticamente acontece uma conscientização. Estamos tendo um retorno muito grande nas redes sociais. Estamos com mais de 150 mil visualizações do vídeo no Youtube. Acho que o que mais chamou atenção foi a letra mesmo, que mostra a realidade da situação, 99% é zika e dengue, mas aquele 1% é chikungunya.

Mas muitas pessoas estão comentando que viram o vídeo no colégio, ou que iam apresentar na escola, inclusive já pediram para nós permitirmos o uso da letra em uma peça teatral numa escola também.

Selo UNICEF - Vocês acham que um vídeo pode ajudar na mobilização da sociedade por causas sociais como o combate ao Aedes aegypti?

Rebeca - Siiim! A ideia foi essa desde o início, tanto que tem um trecho da música que falamos "deixo água parada esse é meu defeito", exatamente para as pessoas perceberem isso e não cometerem esse erro.

 

Confira o vídeo do canal Ponto Gil e outros que podem ajudar na prevenção da dengue, zika e chikungunya de uma maneira criativa e divertida. Vamos espalhá-los?

Picando todo mundo 

Metralhadora

 

Anexo(s):


Ver todas Veja mais em Notícias do Selo

Junte-se a nós! Cadastre-se e receba novidades do selo!

Downloads - Baixe aqui arquivos úteis do selo

SOMA - Sistema de Orientação Monitoramento e Avaliação

REALIZAÇÃO

Logotipo Unicef

Logotipo Instituto Peabiru

Logotipo EFG


APOIO

Logotipo Celpa

Logotipo Energisa

Logotipo Cemar

Logotipo ache

Logotipo Neve

Veja todos
os parceiros







Selo município aprovado - Unicef