Pular para conteúdo

NOTÍCIAS

Municípios devem ficar atentos a vírus pode causar paralisia temporária em crianças

17 de fevereiro, 2016 - 10h14 - Tags: saúde

Belém, 16 de fevereiro de 2016 - Um novo tipo de vírus foi descoberto. O Gemycircularvirus,  que causa paralisia temporária flácida nas pernas, também pode provocar uma inflamação do cérebro e levar à morte crianças de zero a cinco anos de idade.

 

O vírus foi descoberto pela doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP)  e pesquisadora da Fiocruz Amazônia, Patrícia Puccinelli Orlandi, e um pesquisador do Laboratório de Medicina da Universidade da Califórnia, em São Francisco (EUA), Tung Gia Phan.

 

De 2007 a 2009 foram coletadas 1500 amostras de fezes de crianças, de 0 a 10 anos com diarreia, atendidas em hospitais de Manaus. A partir da análise molecular desse material, em 2015, os pesquisadores encontraram, pela primeira vez no Brasil, o vírus do gênero Gemycircularvirus.

 


Saneamento básico
A pesquisadora explicou que, apesar de o vírus ter sido descoberto em Manaus, ele também pode ser encontrado em outras localidades que tenham problemas de saneamento básico. Segundo ela, o vírus é mais recorrente em crianças, mas já foi detectado em adultos que vivem em áreas com problema de saneamento básico, como na Nicarágua.

 

Patrícia Puccinelli alertou ainda que a  doença começa com uma diarreia normal e pouco vômito, dentro de um período de mais ou menos cinco dias; depois, as crianças têm falta de locomoção, pois o vírus migra para o sistema nervoso.

Transmissão
A transmissão é de forma fecal/oral, através do consumo de água contaminada por fezes contaminadas com o vírus, ou na lavagem de um alimento, ou até  no banho, mas não se sabe quantas partículas virais são necessárias para causar a diarreia.

 

Para a pesquisadora, um saneamento básico adequado diminuiria a transmissão em 80% de todas as doenças de veiculação pela água. Segundo Patrícia Puccinelli, desde que se trate cedo, há 100% de cura. O kit de diagnóstico rápido ainda está sendo desenvolvido, e haverá condições de utilizá-lo em, cerca de três anos.

Fonte: Agência CNM, com informações da EBC

 

Anexo(s):


Ver todas Veja mais em Notícias do Gerais

Junte-se a nós! Cadastre-se e receba novidades do selo!

Downloads - Baixe aqui arquivos úteis do selo

SOMA - Sistema de Orientação Monitoramento e Avaliação

REALIZAÇÃO

Logotipo Unicef

Logotipo Instituto Peabiru

Logotipo EFG


APOIO

Logotipo Celpa

Logotipo Energisa

Logotipo Cemar

Logotipo ache

Logotipo Neve

Veja todos
os parceiros







Selo município aprovado - Unicef