Pular para conteúdo

NOTÍCIAS

Em Palmas, Brigada Estudantil mobiliza escolas no combate ao mosquito da Dengue

15 de fevereiro, 2016 - 10h16 - Tags: aedes aegypti zika dengue chikungunya

Belém, 15 de fevereiro de 2016 – A capital do Tocantins vem intensificando as ações contra o mosquito Aedes aegypti. Algumas ações que foram realizadas no fim do ano de 2015, começam a ser planejadas para 2016. Um exemplo delas foi a Brigada Estudantil que contou com a participação de servidores e de 20 universitários da Universidade Federal do Tocantins, Ulbra.

Eles realizaram atividades em 24 dos 28 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS), no total de 10.700 crianças, foram alcançando mais ou menos 9.700 crianças, no período de 20 de novembro a 20 de dezembro de 2015.

Teatro com palestras e vídeos infantis orientaram crianças de 2 a 7 anos de idade a participarem da prevenção ao mosquito. As atividades educativas foram promovidas após duas oficinas de capacitação e planejamento com a divisão de Educação Popular e a com a Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde.

“A ação serviu para oferecer um ambiente contextualizado e comprometido com desafios sanitários reais no município aos estudantes da saúde, além demonstrar o potencial de alcance das ações intersetoriais”, afirmou Wilson Moreira Mourão da Divisão de Educação Popular (Fesp – Palmas,TO).

 

Intensificação

Diante do número de casos registrados de dengue, chikungunya e zika e em face das sérias complicações que essas epidemias podem causar, o Estado do Tocantins intensificou o combate a proliferação do mosquito Aedes aegypti e Aedes albopictus.

A cidade de Palmas está desenvolvendo novos métodos de prevenção baseadas no Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, conjunto de estratégias estabelecidas para articular a União, Estados e Municípios na organização e execução de atividades com o propósito prioritário de reduzir o impacto das epidemias de dengue, chikungunya e zika na população.

As fiscalizações de rotina ocorrem numa articulação entre os agentes de combate a endemias com os agentes comunitários de saúde. Entre as atividades, estão: vistorias de residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos endêmicos; inspeção cuidadosa de caixas d’água, calhas e telhados; aplicação de larvicidas e inseticidas e orientações quanto à prevenção de doenças, constituem-se em rotina de trabalho desses servidores.

A capital do Tocantins também criou novas salas de coordenação e controle, onde são intensificadas as ações de mobilização e combate ao mosquito, que conta com parceiros intersetoriais. Esta sala está em vias de legitimação, através de decreto municipal, estabelecimento de Fluxo de Atenção à Gestante e Recém-Nascido.  

Anexo(s):


Ver todas Veja mais em Notícias do Selo

Junte-se a nós! Cadastre-se e receba novidades do selo!

Downloads - Baixe aqui arquivos úteis do selo

SOMA - Sistema de Orientação Monitoramento e Avaliação

REALIZAÇÃO

Logotipo Unicef

Logotipo Instituto Peabiru

Logotipo EFG


APOIO

Logotipo Celpa

Logotipo Energisa

Logotipo Cemar

Logotipo ache

Logotipo Neve

Veja todos
os parceiros







Selo município aprovado - Unicef